Marcas Veganas de Cerveja e Como Preparar Cerveja Vegana em casa

31/07/2019
Imagem retirada de https://www.greenme.com.br/alimentar-se/vegetariano-e-vegano/8332-marcas-veganas-cerveja-brasil
Imagem retirada de https://www.greenme.com.br/alimentar-se/vegetariano-e-vegano/8332-marcas-veganas-cerveja-brasil

A cerveja é uma bebida bem antiga e tradicional, que vem sendo consumida há mais de 5400 anos. Originalmente, era feita de forma artesanal e somente com 4 ingredientes básicos: malte de cevada, água, lúpulo e levedura. Com a industrialização e o aumento de consumo desta bebida, a receita original foi sendo alterada e o modo de produção artesanal foi substituído pelo industrial.

A cerveja industrializada que conhecemos hoje, não somente não é produzida com os ingredientes básicos da outrora, como entram na sua composição aditivos, conservantes, corantes e várias substâncias químicas.

Estas substâncias são adicionadas durante o processo de fabricação da cerveja. Além disso, as empresas cervejeiras passaram a adicionar produtos de origem animal, como a gelatina, na formulação da cerveja, e cola de peixe no processo de filtração desta bebida.

A crueldade que você não vê
Algumas fabricantes de cerveja fazem uso de um colágeno chamado de “Isinglass” para a clarificação do produto. O Isinglass é uma espécie de “cola de peixe”extraída da bexiga seca de alguns peixes de água doce, principalmente do esturjão. Geralmente, as cervejas colocadas em barris são clarificadas por meio do Isinglass e, por isso, não são cervejas veganas.

No Brasil, o uso do Isinglass não é tão comum na fabricação de cervejas. Entretanto, existem outros fatores que contribuem para a maioria das cervejas brasileiras não serem consideradas veganas e que se devem ao fato do envolvimento das grandes empresas fabricantes de cervejas nacionais no patrocínio de rodeios, vaquejadas e outras atividades de exploração animal.

Devido a isso, neste conteúdo serão compartilhadas uma lista de marcas de cervejas veganas nacionais e importadas e será ensinada uma receita de cerveja veganas caseira, para Vegano nenhum passar vontade de tomar cerveja e, até quem não é Vegano poder experimentar essas marcas veganas que são mais saudáveis devido aos ingredientes e critérios de qualidade, além de aprender a fazer sua própria cerveja em casa.

Fique por dentro!

1. Cervejas Nacionais Veganas
Conheçam as cervejas veganas nacionais, que temos a opção de saborear, sem compactuar da crueldade com os animais:

GERMÂNIA
A empresa Chopp Germânia foi fundada em 1991, na cidade de Vinhedo, interior de São Paulo, onde a água é de boa qualidade. O chopp e a cerveja desta empresa estão entre as consideradas melhores. Isso se deve aos ingredientes de qualidade e aos criteriosos cuidados em todas as etapas da fabricação.

CORUJA
A cerveja Coruja é fabricada pela Cervejaria Artesanal do Rio Grande do Sul. A Coruja foi criada em 2004, pelos amigos e arquitetos Rafael Rodrigues e Micael Eckert, com objetivo de oferecer um produto de boa qualidade e diferenciado. O mercado consumidor dessa cerveja vem se expandido pois, do Rio Grande do Sul tem ampliado para Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.

MADALENA
A Cervejaria Premium Paulista (CEPP), produtora da cerveja Madalena, foi fundada em Janeiro de 2012, em Santo André, estado de São Paulo. O diferencial desta empresa é a qualidade de seus produtos, produzidos com receitas artesanais e tecnologia de ponta, utilizando técnicas e processos exclusivos para se obter o melhor resultado, respeitando a preservação do meio ambiente e a vida dos animais.

O nome da cerveja Madalena é uma em homenagem ao bairro paulista Vila Madalena.

TUPINIQUIM
A cerveja Tupiniquim é fabricada pela Cervejaria Artesanal de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, eleita a melhor cervejaria da América do Sul pelo South Beer Cup. O emblema desta cervejaria é a Arara Azul, animal genuinamente brasileiro e Tupiniquim.

SCHORNSTEIN
A Cervejaria Artesanal Schornstein foi fundada em 2006, em Pomerode, no Vale do Itajaí em Santa Catarina, e está sediada em um prédio tombado pelo patrimônio histórico, com cerca de 50 anos de existência e que possui uma chaminé de 30 metros de altura toda de tijolos maciços. Essa cervejaria já tem uma filial em Holambra, no interior de São Paulo.

BIERLAND
A Cervejaria Bierland (traduzindo do alemão significa Terra da Cerveja) surgiu da iniciativa de três sócios e está localizada em Blumenau. A empresa é uma das pioneiras na produção de cerveja artesanal no Brasil e completou em 28 de agosto de 2018, 15 anos de atividades, com mais de 120 premiações conferidas às suas cervejas.

KLEIN
A Klein foi fundada por Suelen e Henrique Presser, após produzirem suas próprias cervejas, de forma caseira para amigos e familiares. Nesse contexto, realizavam produções de 20 litros, com o tempo passaram a investir na fabricação de chopes e cervejas especiais, de forma comercial.

Para isso, se aperfeiçoaram buscando mais conhecimento sobre produção de cerveja e pesquisando sobre o mercado consumidor desta bebida.

Em maio de 2009, a Klein inaugurou com instalações para produção de 20.000 litros mensais de cerveja, na cidade de Campo Largo no Paraná, a capital da louça.

BACKER
Fundada em 1999, a cervejaria Backer foi registrada em cartório como a primeira Cerveja Artesanal de Minas Gerais.

Os criadores desta empresa foram os irmãos Halim e Munir Lebbos, visando atender a demanda de consumo de cervejas especiais no Brasil.

O local da Sede desta empresa fica no Bairro Olhos d’Água, aos pés da Serra do Curral, a mais bela paisagem de Belo Horizonte.

AMAZON BEER
A Amazon Beer foi fundada em 2000 e se tornou a atração turística na Estação das Docas, complexo de lazer que se destaca no turismo de Belém do Pará.

A cerveja é feita diante dos clientes, sendo produzidas 6 estilos de cervejas, armazenadas em imponentes tonéis de cobre, e considerada pelos seus consumidores um patrimônio do universo cervejeiro paraense, que está se expandindo, além das fronteiras do Belém do Pará para o Brasil e o mundo.

Esta empresa reconhecida por suas cervejas artesanais tem investido em pesquisas para produção de cervejas, a partir de matérias-primas vegetais da floresta.

ASHBY
O americano Scott Ashby e a brasileira Anelise Marques se conheceram em 1989, em um trem de Nairobi para Mombassa. Scott tinha o hobby de produzir suas cervejas e queria fazer isso em escala maior.
Fez um curso de mestre cervejeiro, na Califórnia, e junto com Anelise, ampliaram os conhecimentos na Cervejaria Wasatch, no estado de Utah.

Anelise queria voltar para o Brasil e inspirados pelas microcervejarias americanas, decidiram criar a Cervejaria Ashby.

2. Cervejas veganas estrangeiras, vendidas no Brasil
Para ampliar as opções de cervejas veganas comercializadas no Brasil, seguem algumas marcas estrangeiras:

FLYING DOG BREWERY
Cerveja com sabor cítrico misturado com o de grapefruit, conferindo frescor à esta bebida.
Somente 3 marcas dessa empresa não são vegans: Flying Dog Pearl Necklace, Secret Stash e Table for Two.

CORONA
Está marca de cerveja é a mais vendida e exportada do México e recentemente chegou ao Brasil.
Sabor leve e delicioso!

PILSNER URQUELL
É uma cerveja bem dourada, com marcante aroma de lúpulo e sabor acentuado de malte. Esta cerveja é originária da República Tcheca.

STELLA ARTOIS
Esta cerveja vem da Bélgica e já é bem conhecida no Brasil. É uma cerveja muito leve e fresca.

SAM ADAMS
A Boston Beer Company é a maior empresa de cerveja dos EUA.  A principal cerveja desta empresa é a Boston Lager, que possui uma combinação entre o malte e o amargor do lúpulo, com notas florais e herbais.

3. Como saber se uma marca de cerveja é vegana?
Existem muitas marcas de cervejas no mercado e como saber de saber se são veganas?

Na Internet tem um banco de dados chamado BARNIVORE, através do qual o usuário encontra uma lista de marcas de cervejas, vinhos e outras bebidas alcoólicas e quais são ou não veganas.

A base destas informações é a troca de e-mails entre o site e as empresas produtoras.

Para realizar a pesquisa, de quais marcas são ou não veganas, é só digitar o nome da bebida no site, e o Barnivore fornecerá a resposta se é vegana ou não.

Atenção! O site não leva em consideração se a empresa apoia touradas, rodeios, vaquejadas ou outras atividades de exploração animal, por isso, pode falhar na especificação.

Outra forma de pesquisa é a comunidade cervejeira “Lokobeer”, que atribui selo de identificação às cervejas veganas.

Existem outros sites e grupos veganos no Facebook, que têm a mesma finalidade.

O mercado brasileiro de cervejas é dominado por poucas e grandes empresas cervejeiras, como AmBev, Heineken e Grupo Petrópolis, e nenhuma cerveja pertencente a essas marcas é vegana, pelo menos por enquanto.

Duas cervejas Budweiser e Heineken são equivocadamente consideradas veganas, por não se levar em conta que a Budweiser pertence à AmBev, empresa que patrocina diversos rodeios pelo Brasil e a Heineken realiza o próprio rodeio, que é o Circuito Bavaria, pois a cerveja Bavaria atualmente pertence à Heineken.

Fonte: Greem me