Brasil cervejeiro: conheça a cena da cerveja artesanal no Rio Grande do Sul

21/08/2019
Imagem retirada de https://blog.clubedomalte.com.br/cervejarias/brasil-cervejeiro-conheca-rio-grande-do-sul/
Imagem retirada de https://blog.clubedomalte.com.br/cervejarias/brasil-cervejeiro-conheca-rio-grande-do-sul/

Resolvi colocar o pé na estrada, ou pelo menos gostaria, e conhecer o cenário da cerveja artesanal no país. Para isso, criei essa série de posts para explorar o Brasil cervejeiro.

Vamos começar do sul e subiremos para demarcar território. Nos mande sugestões para os próximos estados através das nossas redes sociais (Facebook e Instagram) ou aqui nos comentários. E se sua cervejaria preferida não entrar na lista, não fique triste. Lembre-se que a gente está num país que é uma máquina de fazer cerveja, então não vamos conseguir colocar todo mundo aqui.

Comece a separar as roupas e arrumar sua mala, pois agora você está prestes a viajar o Brasil comigo para conhecer as principais cervejarias de cada estado. Todos prontos?

Descendo no mapa
Vamos começar com o tri legal estado do Rio Grande do Sul, que apresenta rótulos que com certeza já passaram pela sua casa, e se não passaram, você não sabe o que está perdendo.

A enorme quantidade de cervejarias faz com que esse estado seja um dos polos cervejeiros do Brasil, mas não se engane, o processo cervejeiro de lá começou timidamente, com os primeiros vestígios de produção de cerveja datando de 1824, graças a colonização germânica na cidade de São Leopoldo.

Ignácio Rasch construiu uma casa comercial, uma cervejaria e um serviço de barcas para transporte de cargas. Trinta anos depois já havia mais 6 fábricas de cerveja no local. No decorrer dos anos, novas grandes empresas surgiram.

Mas para não nos estendermos muito, vamos parar outro marco importante: em 1995 surge a primeira microcervejaria adepta à Lei da Pureza Alemã no Brasil, a Dado Bier, que foi um sucesso absoluto, gerando filas e mais filas no bar, restaurante e boate construídos junto à fábrica.

Agora que você sabe sobre a origem das cervejas no Rio Grande do Sul, bora conhecer algumas cervejarias de lá?

De olho na história e nos prêmios
Mais de 30 cidades possuem cervejarias, mas a grande maioria se localiza na capital, Porto Alegre. Isso nos leva à querida Tupiniquim, eleita três vezes a melhor cervejaria do Brasil e dona de mais de trinta rótulos, vários dos quais premiados. Foi fundada em 2013 e é considerada uma das melhores cervejarias do Brasil. Nossa dica vai para a Polimango.

Já alçou algum voo com a Coruja? Em 2004 dois amigos criaram a marca e já conquistaram o prêmio de melhor chope do Rio Grande do Sul. Desde então a família de corujas vem crescendo cada vez mais, e ano passado lançaram o primeiro rótulo Ale, a Coruja IPA Viva.

A Farrapos foi a primeira cervejaria artesanal de Passo Fundo e seus rótulos são pra lá de cativantes. O nome é uma homenagem aos opositores do Império Brasileiro, homens corajosos e fortes. Possuem uma cerveja sem glúten, a Farrapos Pilsen.

Em 2014 saíram os primeiros rótulos oficiais da Perro Libre, mas desde 2011 os fundadores se arriscavam na produção caseira, produzindo cervejas não pasteurizadas. Foram os responsáveis pela primeira Sour em lata do Brasil, a Sorachi Berliner.

Traçando rota…
Espero que vocês tenham gostado do início do nosso tour, e a nossa próxima parada será em Santa Catarina! Mandem dicas e vamos valorizar a cena cervejeira local!

Fonte: Clube do Malte