11 cervejas alemãs que você deve conhecer!

07/10/2019
Imagem retirada de https://blog.clubedomalte.com.br/noticias/11-cervejas-alemas-que-voce-deve-conhecer/
Imagem retirada de https://blog.clubedomalte.com.br/noticias/11-cervejas-alemas-que-voce-deve-conhecer/

Falar em cerveja e não lembrar das cervejas alemãs é praticamente impossível, não é mesmo. O país é um dos mais importantes representantes da bebida no mundo. A Escola Alemã é possivelmente a mais tradicional de todas, por lá eles até criaram a Reinheitsgebot, Lei da Pureza, a qual determinou em 1516 que cerveja fosse feita somente com água, malte e lúpulo. Na época a levedura ainda não era conhecida, sendo incorporada tempos depois.

Foi na Alemanha também que surgiu a Lager, o tipo de cerveja mais consumido no mundo. Sem contar nas suas famosas Weiss e a super diferente Rauchbier. E foi na Alemanha também que surgiu a Oktoberfest, a maior festa cervejeira do mundo. E, inspirada nessa festança que começa nessa próxima quarta-feira, dia 09/10, em Blumenau, resolvi separar para você 11 cervejas alemãs que você deve tomar pelo menos uma vez na vida. Ah, a lista não precisa ficar apenas nas 11, manda as suas sugestões aqui nos comentários e compartilhe com a gente as suas preferidas!

11 cervejas alemãs para conhecer

1 – Oettinger Pils
Vou começar com a Oettinger Pils, ela talvez não seja uma das alemãs mais conhecidas aqui no Brasil, mas é sucesso garantido entre os alemães. É umas das Pilsen mais consumidas na Alemanha. É uma Pilsen autêntica, refrescante e com o tradicional sabor alemão.

2 – Paulaner Hefe Weiss
Minha alemã, minha Paulaner! Essa cerveja alemã é famosíssima. Sem dúvidas, todo mundo que começa a tomar cerveja especial dá de encontro com a Paulaner Hefe Weiss. Uma cerveja muito tradicional é também uma das melhores de trigo do planeta. Sutilmente amarga, não filtrada e de cor amarela turva, esta cerveja com teor alcoólico de 5,5% possui o clássico aroma do estilo Weiss de cravo e banana. Com sabores frutados, malte adocicado e cravo, o sabor se assemelha muito aos aromas. É simplesmente uma delícia.

3 – Schneider Aventinus Weizen-Eisbock
E por falar em cerveja Weiss, esse rótulo da Schneider traz uma cerveja de trigo um pouco diferente. Reza a lenda que certa vez a Weizenbock Aventinus estava sendo transportada para em caminhões sem um controle de temperatura adequado, parte da água contida na cerveja congelou e com isso a cerveja ficou mais concentrada. Ao provarem este lote, todos ficaram surpresos com o resultado final. Uma cerveja aquecedora, complexa com notas viníferas, ameixa e banana passa, baunilha e uma sensação levemente picante. Eis que surgiu a Aventinus Weizen-Eisbock. Vale muito a experiência.

4 – Erdinger Weissbier
E como o que não falta na Alemanha é cerveja Weiss de qualidade, aqui está mais uma. Carro chefe da cervejaria a Erdinger Weissbier é uma cerveja de trigo premium. Seus sabores e aromas inesquecíveis e as técnicas tradicionais de maturação na garrafa, conquista a cada dia mais fãs pelo mundo. Uma cerveja viva, leve e muito refrescante. Sua coloração dourada com um belo creme branco torna esta cerveja com aroma de trigo, levedura, leve toque de banana, cítricos e aveia perfeitamente equilibrada. Uma cerveja impecável.

5 – Hofbrau Oktoberfest
E já que a Oktoberfest foi a inspiração para esse post essa, sem dúvida, tenho que falar dessa grande representante deste que também é um estilo de cerveja. Cerveja rica, encorpada, com baixa fermentação e ótima drinkability. A Hofbrau foi a primeira cervejaria a produzir uma cerveja de edição especial para a comemoração da Oktoberfest.

6 – Ayinger Celebrator Doppelbock
Uma opção de cerveja alemã de com paladar intenso, Ayinger Celebrator Doppelbock é equilibrada e com textura encorpada e aveludada. Apresenta coloração escura, espuma cremosa de boa formação e notas de torrefação do malte, caramelo, castanha e leve defumado. Com certeza você deve conhecer!

7 – Schofferhofer Grapefruit
O verão já está quase aí, então para curtir nos dias mais quentes essa é uma excelente opção. A cerveja Schofferhofer Grapefruit é muito refrescante, leve e bem aromática. Além disso é uma cerveja de trigo com um diferencial: é eita com 50% de suco natural de grapefruit, o que lhe confere a cor laranja e uma espuma de baixa formação. Possui aparência turva e aromas e sabores frutados. Outra experiência cervejeira que deve ser testada.

8 – Benediktiner Weissbier Dunkel
Já falei que o que não falta na Alemanha é cerveja Weiss, não é mesmo? E por lá surgem também algumas variações do estilo, como essa da Benediktiner. Um Dunkel Weizen, é cerveja escura de trigo. Apresenta coloração marrom avermelhada, espuma cremosa de boa formação e persistência, média carbonatação, corpo leve e notas características de uma Weizen mas com toques de torrefação, caramelo e dulçor do malte. Conheça!

9 – Warsteiner Double Hopped
Além de toda a tradicionalidade os alemães também ousam um pouco m suas receitas, como é o caso desse rótulo da Warsteiner. A Double Hopped é uma Pilsner de alta concentração de lúpulo e baixa fermentação. Apresenta um aroma agradável combinado com um suave amargor proveniente do lúpulo.

10 – Paulaner Salvator
E como tradição não é sinônimo de pouca criatividade, os alemães são experts em inovar dentro de todas as exigências para se manter fiel as suas leis da boa cerveja. Representante disso está a Paulaner Salvator, uma cerveja do estilo Doppelbock, também conhecida por ser “duas vezes” Bock. Intensa e com notas marcantes do malte, é um clássico da cervejaria alemã.

11 – Schlenkerla Marzen Rauchbier
E, falando em inovação, aqui tem outro adjetivo que, normalmente não é atribuído aos alemães, mas particularmente eu considero que é parte das características das suas cervejas: a ousadia. Claro, eles não são tão arriscados quanto os belgas, por exemplo, mas há criações alemãs que surgiram na ousadia de arriscar, como é o caso do estilo Rauchbier. Reza a lenda que esse estilo surgiu após um cervejeiro usar o malte que havia sido exposto a fumaça, devido a um acidente que teve em sua cervejaria. Ele criou a cerveja com esse malte e também o estilo, que usando apenas os ingredientes básicos, é um dos mais exóticos. A cerveja Schlenkerla Weizen Rauchbier é uma das mais importantes do estilo.  Os maltes que dão o característico aroma de fumaça à cerveja são defumados pela própria cervejaria à moda antiga. Eles trazem para a cerveja aromas de bacon e linguiça defumada. É uma cerveja bem diferente.

Fonte: Clube do Malte