10 curiosidades sobre cerveja que você TEM que saber!

20/09/2017
Imagem retirada de http://blog.clubedomalte.com.br/curiosidades-cervejeiras/10-curiosidades-sobre-cerveja/
Imagem retirada de http://blog.clubedomalte.com.br/curiosidades-cervejeiras/10-curiosidades-sobre-cerveja/

A cerveja é uma bebida milenar e uma das mais consumidas no mundo. Está na raiz da cultura ocidental, se mantendo relevante até hoje. Ela traz tradição, sabor, cultura, momentos de descontração, confraternização e encontro de pessoas. É uma bebida despretensiosa que pode ser consumida sem nenhuma pompa. A cerveja já passou por inúmeras transformações da história e em sua produção. Com suas origens no Oriente Médio, teve um percurso histórico na Europa e ficou popular em todo o mundo. Ela faz parte de um universo paralelo, com muita história, cultura e várias curiosidades sobre cerveja.

1. Estudos e dados históricos apontam que as cervejas existem há pelo menos 8.000 a.C.
2. Em 1539, na região da Baviera, na Alemanha era proibido fabricar cerveja durante o verão. Devido ao calor as cervejas fermentadas na época estragavam muito rápido.
3. No Código de Hamurabi, escrito por volta de 1730 a.C. um dos artigos previa o afogamento do cervejeiro em sua própria cerveja, caso ela estivesse ruim.
4. Os monges, não só produzem como bebem cerveja a muito tempo. Por ser uma bebida altamente nutritiva, era considerada a bebida dos monges. Nos tempos de jejum, as cervejas mais encorpadas eram fundamentais e serviam como alimentação.
5. As cervejas são classificadas por família e estilos. As famílias são Lagers, Ales e Sour. Dentro dessas três famílias existem mais de 150 estilos.
6. Na antiguidade a produção de cerveja era uma tarefa exclusiva das mulheres, chamadas de alewifes.
7. A maioria das cervejas são comercializada em garrafas de vidro na cor marrom. Isso por que as garrafas marrons ajudam a proteger a cerveja dos raios ultravioletas, evitando a oxidação, que pode ser percebida tanto no sabor quanto no aroma da bebida.
8. O lúpulo é uma planta, que utilizado na produção de cerveja é responsável pelo índice de amargor (IBU) e também com grande influência no aroma. Foi introduzido na bebida pela primeira vez nos anos 600 da era cristã, devido a sua eficácia para conservação e abundancia da planta nas regiões cervejeiras da época.
9. Já pensou em estudar cerveja? A zitologia é o estudo da cerveja, zítólogo é quem estuda a cerveja e a zitogastronomia é o estudo da cerveja com a gastronomia, é a parte que estuda as harmonizações de comida e cerveja.
10. Santo Agostinho é oficialmente considerado pela Igreja Católica o Padroeiro dos cervejeiros.

Fonte: Clube do Malte