10 cervejarias para incluir em seu roteiro de viagem pelo Brasil

08/04/2019
Imagem retirada de https://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/10-cervejarias-para-incluir-em-seu-roteiro-de-viagem/
Imagem retirada de https://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/10-cervejarias-para-incluir-em-seu-roteiro-de-viagem/

Viajantes apaixonados por cerveja podem unir suas duas paixões em passeios por diversos estados do país. São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Porto Alegre, Santa Catarina e Curitiba abrigam micro, pequenos e nem tão pequenos produtores em pontos turísticos.

Geralmente, os estabelecimentos oferecem, além de tour pela fábrica para mostrar o processo de produção, um restaurante, onde os rótulos podem ser degustados e harmonizados com petiscos e pratos.

É comum também que essa estrutura inclua uma loja, onde pode ser encontrada toda a linha de produtos do fabricante. Alguns rótulos não são amplamente distribuídos em supermercados, por exemplo.

Conheça abaixo algumas opções de cervejarias localizadas em cidades turísticas que podem ser incluídas em um roteiro da viagem:

Vila St Gallen (Teresópolis – RJ)
A vila da fabricante da Therezópolis é formada por três ambientes gastronômicos que, além de explorar a degustação e harmonização da bebida também tem opções de lazer e visita guiada para aprender sobre a produção da cerveja puro malte, conhecendo a história, os ingrediente, os processos de cozimento e maturação da bebida.

Na Biertour, que dura 1h15 e custa R$ 70, um biersommelier explica os rótulos da casa, e posteriormente, faz uma mini degustação com cinco rótulos. Cada um é acompanhado por um petisco, como chocolate, queijos, azeitona preta e amendoim. Ao final, cada participante é presenteado com uma taça da casa. É necessário reservar a visita com antecedência. Os passeios são realizados às sextas, às 15h e 19h30, sábados às 13h/15h/17h30 e 19h30, e domingos às 12h30/14h30.

Localizado no galpão da cervejaria, o pub oferece uma gastronomia tipicamente alemã com música ambiente e rótulos das cervejas da casa. Há ainda lojas de souvenir e café. O espaço abre às quartas e quintas das 19h à 00h, sextas e Sábados das 12h à 00h30 e domingos das 12h às 18h. Outro espaço gastronômico da cervejaria é a trattoria, especializada na culinária italiana, e um restaurante com foco na culinária de montanha e que oferece fondues de carnes, queijos e chocolates.

Há também um espaço onde são realizadas oficinas de cerveja artesanal, uma aula prática na qual o aluno aprende com o cervejeiro da casa a produzir cerveja na panela, que pode ser feita em casa de forma artesanal. A oficina custa 450 reais e acontece, geralmente, no último sábado de cada mês, com duração de um dia inteiro. O curso ensina as etapas do processo produtivo artesanal, com direito a almoço harmonizado e degustações. O aluno recebe uma apostila e certificado. Após 30 dias, é convidado a retornar para degustar a cerveja feita na aula.

Bodebrown (Curitiba – PR)
A Bodebrown oferece um tour gratuito de cerca de 30 minutos pela fábrica todos os sábados, ao meio-dia. Além disso, toda semana a cervejaria apresenta um rótulo novo no “Growler Day”, realizado às sextas-feiras, das 17h às 20h, e sábados, das 9h30 às 16h30, com entrada franca. Durante o evento, a cerveja escolhida é vendida a R$ 25 o litro. Além dela, é possível degustar cervejas premiadas como Cacau IPA, Wee Heavy, Perigosa, entre outras.

A cervejaria não tem restaurante, apenas uma vila gastronômica, que abre somente nos dias de evento. Mas é possível degustar, junto com as cervejas, produtos de parceiros como pães de fermentação natural, cafés, pizzas e doces, além de sanduíches vendidos em food trucks (R$ 20, em média).

A estrutura conta ainda com uma loja que vende cervejas e insumos para fabricação de cervejas e o Tap Haus, galpão com 20 torneiras que vendem chopes da Bodebrown e outras marcas, com cardápio que muda toda a semana.

A fabricante de cerveja realiza também o Beertrain, um passeio de trem pela Serra do Mar do Paraná com degustação à vontade de cinco cervejas a bordo, além de comidas para harmonizar e, ao final do passeio, almoço com barreado, prato típico local. O roteiro parte de Curitiba e termina em Morretes, no litoral e é realizado, em média, seis vezes por ano. As datas são divulgadas no site e o preço por pessoa é de R$ 418. O valor inclui passagem de trem, retorno em ônibus turismo, cervejas, água mineral e almoço.

Dortmund Bier (Serra Negra – SP)
A Dortmund Bier está localizada em Serra Negra, cidade que faz parte do Circuito das Águas Paulista. A fabricante produz mensalmente 40 mil litros de cerveja. Para isso, utiliza água de um poço próprio e segue a Lei da Pureza Alemã, utilizando malte puro, nacionais e importados, em seus 10 estilos de cerveja.

Tanto a fábrica como o pub podem ser visitados de sexta a noite a domingo à tarde. Um tour guiado pela fábrica custa 30 reais e dá direito a degustar quatro estilos de cerveja direto do tanque mais um brinde.

A cerveja mais pedida pelos visitantes é a Session, uma india pale ale mais leve. A cervejaria tem rótulos premiados que também vale a pena conhecer.

Um deles é o Nostradamus, uma cerveja escura do tipo stout que ganhou medalha de ouro no Mondial de Lá Bière, medalha de bronze no Festival de Cerveja de Blumenau e na Copa Cervezas de La America GCA 2017. A Red Rose Ale, medalha de ouro na South Beer Cup, é uma interessante irish red ale, com toques florais e baixo amargor. A Old Ship é destaque: uma american pale ale equilibrada, com refrescante aroma cítrico e feita com maltes caramelizados. Na loja da fábrica, os preços dos rótulos variam de 14,50 reais a 20,50 reais.

O menu do pub oferece porções de petiscos saborosas, como o queijo camembert empanado com mel (R$ 35), a bruschetta com queijo de cabra, tomate cerveja confit e azeite de ervas (R$ 35) e o croquete de carne de panela com molho sweet chili (R$ 38). Também oferece pratos, como o steak tartare (R$ 46) e risoto de mignon feito com a cerveja Nostradamus e cogumelos (R$ 52). Os queijos utilizados no pub são de produtores artesanais locais.

Ateliê Wäls (Minas Gerais)
Em um espaço contemporâneo, é possível acompanhar o processo de mais de 100 mil litros de bebida envelhecendo e fermentando em uma sala repleta de barricas de madeira. Na cervejaria, o cliente pode optar por 20 torneiras de chope, algumas delas com opções de cervejas exclusivas, produzidas no próprio Ateliê e servidas on tap. Os rótulos podem ser harmonizados com o cardápio servido no restaurante.

Quem opta pelo tour guiado paga R$30, sendo R$ 10 revertido em consumo na loja. A cervejaria funciona de terça a sexta das 17h às 00h, sábado das 11h à 00h e domingo das 11h às 19h

Cervejaria Bohemia (Petrópolis – RJ)
O tour na cervejaria conta a história da bebida, passando pelos ingredientes usados e os processos de produção e os estilos e escolas cervejeiras. Inclui também a degustação de rótulos variados em mais de 7 mil metros quadrados e 20 ambientes.

É possível conhecer o Empório Cave, onde é maturada e envelhecida em barris de carvalho a cerveja Reserva. Além de comprar souvenires e rótulos especiais na loja oficial, o visitante pode comer no restaurante da cervejaria, que oferece pratos exclusivos e harmonizados com cervejas da casa. O  tour é realizado de terças a quintas, das 12h às 17h, sextas e domingos, das 10h às 17h, e sábados das 10h às 17h por R$ 36.

Baden Baden (Campos do Jordão – SP)
No tour pela fábrica o visitante conhece o processo de fabricação da cerveja artesanal. Além disso, recebe dicas de degustação e harmonização e experimenta os chopes Cristal e Bock. É possível adquirir as cervejas e acessórios exclusivos na loja do espaço. As visitas diárias são realizadas das 10h às 17h, em intervalos de uma hora, e custa R$ 30.

A cervejaria tem ainda um restaurante e uma cervejaria na cidade, nos quais é possível harmonizar rótulos com pratos e petiscos. O foco é comida alemã.

Eisebahn Bierhaus (Blumenau – SC)
Com uma decoração que lembra antigas estações ferroviárias, a casa com inspiração alemã oferece gastronomia contemporânea e releituras de clássicos da cozinha do país europeu. Oferece uma seleção de cervejas especiais da fabricante, além dos tradicionais chopes.

Fritz (Monte Verde – SP)
O tour pela fábrica da microcervejaria conta um pouco sobre sua história e produção. A visita inclui degustação e uma garrafa da marca, além disso se responder corretamente a uma pergunta do Mestre Cervejeiro Jörg Franz Schwabe, ganhará um copo personalizado Fritz. A visita dura de 30 a 40 minutos e custa R$ 30.

Na cidade, o produtor de cerveja artesanal tem um restaurante alemão que leva o nome da marca e já tem uma rede com ao menos 20 estabelecimentos pelo país.

Bierland (Blumenau – SC)
A produtora de chopes e cervejas nos estilos Pilsen, Weizen, American IPA, Vienna, Oatmeal Stout e Strong Golden Ale tem rótulos premiados que são vendidos em um outlet anexo à fábrica. No espaço é possível encontrar todas as cervejas da marca, avulsas ou em fardo, quentes ou geladas, além de kits para presente, acessórios e souvenires.

O espaço funciona de segunda a sexta das 08h15 às 12h e das 13h às 17h30. Aos sábados abre das 8h às 12h.

Krug Bier (Belo Horizonte – MG)
Na visita guiada à fábrica o visitante conhece o processo de produção e ainda degusta os chopes artesanais na fonte, harmonizados com salsichas alemãs. O tour custa R$ 60 por pessoa.

Em 2016 a fabricante inaugurou ao lado da fábrica uma área de 1.000 metros quadrados que pode ser utilizada para shows, eventos e exposições.

Fonte: Exame.com